Desastres, Fogo e Inundação

Danos às fitas causados por incêndio ou água têm que ser tratado com a máxima seriedade. Em muitos casos, os danos serão visíveis, como por exemplo, um revestimento de fuligem, ou a distorção de um invólucro da fita. Em outros casos, o dano pode não parecer muito grave, porém, a entrada de água em um disco rígido ou fita irá causar danos, e tentativas de acesso aos dados pode resultar em uma completa perda deles.

É importantíssimo que nenhuma tentativa de colocar uma fita contaminada dentro de uma unidade seja feita. A tentativa da leitura de dados de qualquer fita na lista que segue abaixo quase certamente resultará em uma falha ou tornará o problema ainda maior.

Na CBL Tech, nós temos uma vasta experiência em todas as circunstâncias abaixo e muito mais. O pré-tratamento correto é essencial para que haja qualquer chance de recuperação total dos dados.

Fitas Danificadas pela Água

Com danos causados pela água, ainda pode haver líquido dentro do case. Se esse líquido entrar na unidade, haverá uma falha elétrica e você terá uma unidade em estado inoperante. Pior ainda, quando falhar, a fita pode estar carregada dentro da unidade de leitura, de modo que qualquer tentativa de remoção da fita poderia resultar em danos.

Os poluentes contidos na água poderão revestir a fita, e isto quase certamente resultará em uma falha de leitura, pois esses contaminantes causam a separação da cabeça de leitura.

Quando a superfície da fita esta danificada, normalmente somente a superfície externa será afetada. O processo de carregamento para muitos tipos de fita envolve colocá-la em funcionamento para identificar informações internas, e isso resultará em qualquer contaminação sendo espalhada ao longo da fita.

As fitas contaminadas devem ser envolvidas em uma embalagem especial para evitar a secagem, pois isso pode fazer com que os contaminantes grudem à superfície gravada. As fitas devem, então, ser tratadas por nossos especialistas o mais rápido possível.

Fitas Danificadas pelo Fogo

Com o fogo, temos dois problemas: os problemas decorrentes do calor e os da fumaça.
Aplique calor suficiente à uma fita e a temperatura subirá acima do ponto de Curie, toda a informação magnética será perdida e a recuperação dos dados não será possível. Antes desse ponto ser atingido, há uma série de outras maneiras que podem danificar a fita, e o serviço de recuperação de dados será necessário.

Com fitas DAT, AIT e cartuchos de outros tipos de fita, a estrutura externa ficará distorcida antes por causa do calor, o que é um grande impacto para a mídia. Com a LTO e a DLT, a estrutura da fita é menos suscetível a ser afetada deste jeito.

O carretel enrola a fita formando um rolo denso. Com isso, leva muito mais tempo para o calor afetar esse rolo de fita do que levaria para afetar qualquer parte exposta da fita. Com DAT e AIT, a parte mais exposta da fita provavelmente será danificada mesmo que a maior parte da fita não seja muito atingida. Isto é mais provável de acontecer onde a fita encosta em alguma parte do cartucho. Já as DLT e LTO estão menos expostas a esse tipo de problema, pois apenas o começo da fita fica exposto.

Há componentes metálicos dentro de todas as fitas. Estes tendem a aquecer rapidamente e qualquer superfície próxima será afetada. Além disso, o carretel vai se aquecer e expandir, o que pode causar algum dano físico.

De longe, o maior problema, sob a perspectiva da recuperação de dados, é quando o calor é forte o suficiente para fazer com que as arestas da fita se fundam. Isso pode acontecer em vários pontos ao longo da fita, resultando em um possível rasgo na fita se ela passar por um ponto onde as arestas estejam fundidas.

Porém, as coisas não são tão terríveis quanto parecem. Se a fita foi reconstruída profissionalmente, tendo sido devidamente testada para verificar se não vai se autodestruir durante a operação, então as chances da recuperação de dados ser bem sucedida são altas.

Se o problema foi a fumaça, então, o procedimento é similar aos dos problemas com a água.

Trocar o case com fumaça para um limpo é essencial, e as áreas contaminadas da fita devem ser limpas para remover a contaminação. A fumaça pode não ter atingido a fita em si, mas pode ter se instalado nas bordas da fita, que precisam ser limpadas também.

Recuperação de Dados e Fitas Fisicamente Danificadas

Tal como acontece com danos causados por fogo e água, se o case de uma fita estiver danificado também, é necessário um tratamento preparatório adequado antes de qualquer tentativa de recuperação dos dados. Com AIT e DAT existe uma portinhola que protege a seção exposta da fita. Essa portinhola abre e fecha enquanto a operação de enrolamento da fita é executada. Se o obturador ou qualquer um de seus componentes for danificado, a fita pode facilmente ficar presa na unidade.

Embora possa parecer que somente o case da fita está danificado, existe uma grande chance de que haja danos à fita também. A mídia deve ser cuidadosamente verificada para assegurar-se de que não há nenhum dano ou para corrigir qualquer dano encontrado antes que qualquer tentativa seja feita para inserir a fita em uma unidade e ler dados. Não verificar a fita pode causar algum dano, fazendo com que ela perca os seus dados vitais para sempre.

Em todos os casos de danos ou contaminação, é essencial que a mídia seja tratada por profissionais experientes, que sabem o que procurar e quais procedimentos devem ser seguidos. A recuperação dos dados é possível na maioria das circunstâncias, mas só se a mídia for tratada corretamente.

Voltar