Blog

Armazenamento externo: como escolher a melhor opção para você

Tecnologia

Fazer backup dos seus arquivos, sejam eles quais forem, é essencial. Por mais que muitos usuários recorram hoje aos serviços de cloud computing, para alguns arquivos a melhor escolha continua sendo uma unidade de armazenamento externo.

Opções não faltam no mercado. O custo das unidades de armazenamento externo caiu bastante nos últimos anos, de forma que ter um HD portátil para levar para qualquer lugar hoje é uma realidade para muitos usuários. Porém, o que considerar na hora da compra?

Neste artigo elencamos as principais características que você deve observar antes de adquirir uma unidade de armazenamento externo.

1. Capacidade de armazenamento

Esse é o item mais básico e mais simples de checar. A capacidade de armazenamento é a quantidade de espaço disponível para salvar os seus arquivos no dispositivo. Em princípio, um HD externo de 2 TB é melhor do que o de 1 TB, mas será que somente isso é suficiente?

Considere que a capacidade de armazenamento é um item importante, mas não é o único. HDs externos com capacidade de 512 GB ou 1 TB são hoje os mais comuns no mercado, mas é possível encontrar modelos mais caros e com capacidades muito maiores, que chegam até os 5 TB.

2. Velocidade de transferência de dados

Esse item muitas vezes não é observado pelos usuários, mas ele pode ser fundamental dependendo do tipo de utilização que você faz do dispositivo. Quanto maior for a velocidade máxima de transferência, mais rápido os arquivos passam do PC para o HD externo ou vice-versa.

Dois itens influenciam diretamente nesse quesito: a tecnologia de armazenamento e o tipo de conector usado. SSDs são mais rápidos do que HDs, mas também são mais caros. Já os conectores USB 3.1 chegam a 10 Gbps em comparação aos 5 Gbps do USB 3.0. Já aqueles que suportam Thunderbolt podem chegar aos 40 Gbps.

3. Portabilidade

Em linhas gerais, vale a regra de que quanto mais compacto for um dispositivo, mais caro ele é. Em muitos casos, os usuários estão dispostos a pagar um pouco mais desde que tenham um acessório leve, que caiba na mochila ou até mesmo no bolso da calça.

Porém, novamente, é preciso levar em consideração o uso. Se você não pretende levá-lo para outros lugares – muitas pessoas compram HDs externos para uso no escritório, por exemplo – não há problemas em pegar um dispositivo maior e mais pesado, desde que ele atenda os requisitos necessários em termos de velocidade e capacidade de armazenamento.

4. Segurança

Os dados que você salva em um HD externo estão realmente protegidos? Há muito modelos no mercado que são compatíveis com criptografia de dados, ou seja, oferecem recursos adicionais de software que protegem as suas informações caso elas caiam nas mãos de estranhos.

Para a maioria dos usuários, as soluções convencionais oferecidas pelas principais fabricantes são suficientes. Já para quem lida com dados mais sensíveis, a recomendação é investir um pouco mais em modelos que ofereçam maior segurança.

5. Recursos extras

Se você encontrou um bom HD externo e que o atende nesses quatro requisitos acima, então já está apto a comprá-lo. Porém, pode ser que você esteja disposto a investir um pouco mais em modelos com recursos extras como, por exemplo, conectividade Wi-Fi. A velocidade de transferência de dados será menor se comparada às transferências via cabo, mas é inegável a praticidade desse método. 

Além disso, há fabricantes que oferecem maior prazo de garantia ou mesmo dispositivos com proteções externas anti-queda. Todos esses recursos contribuirão para aumentar a vida útil do produto ou, ainda, tornar a sua utilização mais simples. 

***

Você já possui aparelhos de armazenamento externo? Teve problemas com a perda de arquivos? A CBL Tech pode te ajudar! Entre em contato com a nossa equipe especializada para saber maiores informações.

Comment Facebook
Post Relacionado