Blog

O que é criptografia e por que sua empresa deve usá-la?

Tecnologia

Criptografia. Certamente esse é um termo do qual você já ouviu falar, ainda que não saiba explicar de forma detalhada o que é criptografia e para que ela serve. Entretanto, se a sua companhia armazena dados de clientes, essa é uma tecnologia que deve estar entre as suas prioridades.

Nesse artigo, vamos compreender melhor como a criptografia funciona e quais são as razões pelas quais a sua companhia deveria adotar esses protocolos. Formas de criptografia mais rígidas podem representar uma necessidade um pouco maior de investimento. Entretanto, quando se trata de manuseio de informações confidenciais, todo cuidado é pouco.

Uma falha, por mais simples que seja, pode comprometer a reputação da sua empresa e causar danos irreversíveis à marca.

O que é criptografia?

Vamos simplificar os conceitos para que você possa compreender melhor. Criptografia é um processo no qual apenas o emissor e o receptor de uma determinada mensagem têm os meios necessários para decodificar a informação. Isso impede, por exemplo, que pessoas que não fazem parte do processo se atravessem o roubem os dados.

Mesmo que terceiros tenham acesso às informações eles não terão os meios para decodificar a mensagem e chegar aos dados brutos, como sua empresa ou seu cliente poderiam ter. Os princípios da criptografia são antigos e há registros deles desde quase 2 mil anos antes de Cristo no antigo Egito.

Com a adoção de ferramentas tecnológicas, essa passou a ser uma preocupação cada vez mais relevante para as empresas. Hoje, com grande parte dos serviços sendo executados na nuvem, o nível de exposição dos dados, em teoria, é maior do que no passado. Contudo, as tecnologias de criptografia, somadas às barreiras de segurança, impedem que qualquer um tenha acesso a dados sensíveis e, ainda que consiga, não tenha condições de chegar ao resultado que deseja.

Uma forma simples de compreender a criptografia básica é se lembrar daqueles antigos passatempos que vinham em revistas. Neles, era exibida uma frase, composta apenas por símbolos, em que cada símbolo correspondia a uma letra. Era preciso ver a chave de criptografia para decifrar a mensagem, substituindo os símbolos por letras e, assim, formar a frase.

Por que a sua empresa deve se preocupar com isso?

São várias as razões pelas quais a sua empresa deve se preocupar com a criptografia de dados dos clientes. A começar pelas implicações legais: se dados confiados a você forem acessados por terceiros, uma pessoa física ou jurídica pode acioná-lo judicialmente caso tenha sido prejudicada. Quando você detém a posse dos dados, detém também o ônus de ser o responsável pela guarda deles.

Eventualmente, grandes empresas encontram falhas em seus sistemas, que resultam na exposição de dados sigilosos dos usuários. Vazamentos como esses comprometem a percepção que o público tem da sua companhia. Se ela é vista como insegura, será que ainda assim os consumidores terão coragem de fazer compras em sua loja, deixando sob a sua guarda dados como os de cartão de crédito? É bem provável que não.

Somando-se as perdas com processos judiciais e os danos causados à sua marca, podemos estar falando de prejuízos irreversíveis, capazes até mesmo de decretar o fim do seu negócio. Portanto, convém não facilitar e investir nesse tipo de tecnologia. É claro que, quanto maior é o nível de segurança, maior é o custo. Entretanto, trata-se de uma forma necessária de investimento.

A adoção de sistemas na nuvem é outro fator que potencializou o número de ataques. Com mais informações trafegando online, aumentou também a quantidade de pessoas mal-intencionadas que tentam a todo custo interceptar as mensagens e se aproveitar de empresas e sistemas que não tenham os devidos cuidados de segurança. Essa é mais uma razão para você ficar de olho e não deixar a sua companhia a mercê desses indivíduos.

Por fim, há a questão da confiabilidade. Os consumidores se sentem mais dispostos a comprar com empresas que demonstrem transparência e respeito aos protocolos básicos de segurança. Por isso, para atrair mais clientes, é preciso oferecer a eles uma plataforma compatível e manter um histórico sem incidentes.

Comment Facebook
Post Relacionado