Blog

O que é realidade aumentada e como isso funciona?

Tecnologia

Se você acompanha as notícias relacionadas ao mundo da tecnologia, certamente já deve ter se deparado com artigos que falam da realidade aumentada como uma das tendências atuais. É fato que nos últimos cinco anos muitas empresas embarcaram nessa onda visando enriquecer as experiências dos usuários.

Mas afinal, o que é realidade aumentada e quais benefícios ela pode trazer para o nosso dia a dia? Primeiramente, é de suma importância não confundir esse conceito com o de realidade virtual. Embora com propósitos parecidos, as ideias são distintas em sua execução. Nesse artigo, conheceremos mais detalhes sobre esse tema.

O que é realidade aumentada?

Antes de tudo, é preciso compreender a diferença entre os conceitos de realidade virtual e realidade aumentada. A realidade virtual faz com que o usuário experimente um ambiente completamente diferente daquele em que está acostumado. Já a realidade aumentada acrescenta itens virtuais a um ambiente já existente.

Um exemplo simples é capaz de explicar esse cenário. Quando usamos um serviço de banco online, via aplicativo, podemos considerar aquele um ambiente de realidade virtual, pois ele substitui por completo a sua ida ao banco oferecendo um novo ambiente para as suas transações.

©PKPortuga - Pokémon Go: exemplo de uso da realidade aumentada

Já na realidade aumentada, os ambientes físicos permanecem sendo a base de interação, mas elementos virtuais podem ser adicionados a eles como forma de criar experiências mais ricas. Por exemplo, ao direcionar o celular para uma placa de trânsito, ela pode apontar as distâncias para diversos pontos turísticos a partir dali de forma virtual, ou seja, na tela do seu celular.

Outro grande exemplo de uso de realidade aumentada é o sucesso recente do game Pokemón Go. O título permitia que os usuários “capturassem” Pokémons virtuais pela cidade, utilizando o smartphone. Porém, os mapas serviam como uma referência real de onde se locomover no jogo.

Como a realidade aumentada funciona?

A integração entre o mundo real (físico) e o mundo virtual é o principal objetivo dessa tecnologia. Os QR Codes, por exemplo, são também um tipo de aplicação de realidade aumentada. Para que tudo funcione a contento há, portanto, um marcador no mundo físico referenciado ao mundo virtual, e vice-versa.

Por meio de softwares específicos, é feita uma integração entre os dois pontos e o resultado é a apresentação de recursos específicos para o consumidor. Por exemplo, por meio do mapeamento da sua casa, é possível transformá-la no cenário de um jogo FPS, no qual o mapa em questão são os cômodos da sua residência. Nesse sentido, as possibilidades são inúmeras.

Empresas serão pioneiras no uso de realidade aumentada

Embora as aplicações mais populares até então relacionadas à realidade aumentada sejam aquelas voltadas para o consumidor final, como os games, é para as empresas que os fabricantes e desenvolvedores de software esperam criar inúmeras oportunidades de crescimento.

Áreas como a construção civil e a medicina, por exemplo, são vistas como fundamentais para que essa tecnologia avance. São as empresas também que, uma vez que tenham acesso a essas ferramentas, podem investir pesado para criar soluções para os mais variados setores, aumentando, consequentemente, o interesse dos consumidores na aquisição de smartphones e dispositivos especiais que sejam compatíveis com essa inovação.

Aparentemente, a dúvida não é “se” esse desenvolvimento acontecerá, mas sim “quando” ele ocorrerá. Óculos especiais, que até então eram vistos como potenciais vetores dessa tecnologia, já foram colocados em segundo plano. Muito provavelmente, será por meio dos smartphones que a realidade aumentada se tornará acessível para a maioria – e é justamente aí que as empresas farão os seus investimentos.

Uma coisa é certa. Com as inúmeras possibilidades que a realidade aumentada oferece, é bem provável que nós mudaremos completamente a maneira como vemos ou interagimos com o mundo à nossa volta nos próximos anos. Será que a sua empresa está pronta para investir nesse novo ecossistema?

Comment Facebook
Post Relacionado